BEM-VINDO AO PORTAL DA PREFEITURA DE ESPIGÃO DO OESTE

Conheça Espigão do Oeste! Governo Municipal, trabalhando para todos.
  • Município   »   Infraestrutura Educacional
  • « voltar
Infraestrutura Educacional
Infraestrutura Educacional
 
1 - Criação
A Secretaria Municipal de Educação começou a funcionar em 1982, regulamentada pela Lei 027/84 de 10/12/84 e temcomo competência:
  • Executar, desenvolver, coordenar e supervisionar atividades, programas e projetos relacionados ao ensino da Educação Infantil e Ensino Fundamental no município;
  • Promover a instalação e manutenção de estabelecimentos municipais;
  • Promover a difusão cultural e a elaboração e execução de programas recreativos e desportivos.
 
2 - Histórico da Educação do município.
 
O ensino no município iniciou-se no ano de 1970, quando algumas pessoas de espírito patriota organizaram um desfile cívico no dia 7 de Setembro, dando conta da necessidade de uma escola na vila de Espigão, pois o número de crianças em idade escolar estava em torno de vinte e cinco. Então, uma jovem de nome Aurelisa Nogueira Bispo, resolveu ensinar o pouco que sabia a algumas dessas crianças, em sua própria casa e sem compromisso. Contudo, antes de finalizar o ano, alguns pais solicitaram do Sr. Francisco Arruda, agrimensor da firma colonizadora ltaporanga, que intercedesse junto às autoridades competentes, no sentido de que fossem tomadas providências para a criação de uma escola.
Batalhador e preocupado com a Educação dessas crianças, o Sr. Francisco Arruda rumou para Porto Velho, em fevereiro de 1971. Lá chegando, procurou a professora Marise Castiel, que na época era a Diretora da Divisão de Ensino e, apresentando-lhe sua reivindicação, encontrou de início resistência, mas finalmente conseguiu autorização, porém, com a condição de que se responsabilizassem pela escolha da professora e providenciassem o espaço físico para a escola.
Assim, através de um exame de seleção, foi escolhida para professora a senhora Guiomar Alves Ferreira, que em 1º março desse mesmo ano, deu início às aulas em um barraco de madeira lascada, chão batido e teto coberto com tabuinhas, a qual recebeu o nome de Escola Isolada Dr. Rafael Vaz e Silva.
Com a crescente demanda de alunos, tornou-se necessária a presença de mais uma professora e, em agosto do mesmo ano, a senhora lsaura Boone, que havia chegado recentemente à Vila, passou a dar aulas juntamente com a professora Guiomar. Em 1972, mais uma professora veio se juntar às pioneiras, a senhora Zilda Alves Azevedo. Ainda nesse mesmo ano, os irmãos Melhorança, colonizadores da região, sentiram a necessidade de construir uma escola que desse melhores condições, uma vez que a existente estava em precária situação. Foi construída então, a "Escola Sete de Setembro", a qual entrou em atividade no ano de 1973, como particular, pois o território não autorizou seu funcionamento, ficando então o pagamento das professoras, bem como a merenda e todo o material escolar sob a responsabilidade da firma colonizadora ltaporanga.
Somente no final de 1973, foi que o Governo do Território concedeu o reconhecimento da escola. E em 07 de março, ocorreu a inauguração da mesma, atendendo a uma clientela de 1ª a 4ª séries. Teve como primeira Diretora a Professora Noádia Maria Franco Márquez.
Em 11 de março, através do Decreto 699, foi criada legalmente a Escola Sete de Setembro, incorporava a Escola Dr. Rafael Vaz de Silva, que funcionava na zona rural no km 24, pertencente ao município de Cacoal.
Em 1974 – A Professora Lúcia Tereza Rodrigues dos Santos assume a direção da Escola Sete, acumulando as funções de supervisora rural e Professora de História.
No ano de 1975, começou a funcionar nesta escola, estudos referentes a 5ª série e é realizada acontratação de professores pelo ex-território.
Em 21 de fevereiro de 1979, através do decreto 993, foi implantado o Ensino Médio, denominado 2° Grau Magistério, na época.
A partir da luta dos pioneiros, começam surgir novas escolas tanto na área urbana como rural, expandindo a Educação no município.
Atualmente o município de Espigão do Oeste conta com 2 (duas) escolas multisseriadas e 05 escolas de pré a 9º ano na área rural. Destas, 03 escolas oferecem o Ensino Médio no campo. Atende também 07 escolas indígenas. Na área urbana, temos 10 escolas públicas, uma creche, uma escola particular de Pré a Ensino Médio, um Centro de Estudos Supletivos e uma filantrópica.
 
3 - Evolução  da  Educação 
 

Matrículas – 2010

 
Dependência
Administrativa
Creche Pré - Escolar Séries
Iniciais
Séries
Finais
Ensino Médio Inclusão
Ensino Regular 
Ed. Espe-
cial
EJA Fund. EJA Médio

Estadual

- - 1403 1529 1116 87 - 700 497

Municipal

98 444 1252 921 - 93 - - -

Privada

31 60 92 72 71 01 - - -

Filantrópica

            110    

Total

129 504 2747 2522 1187 181 110 700 497
  • Dados extraídos do INEP
Taxa de Analfabetismo
1996 24,10%
2001 13,4%
 
Estabelecimentos de Ensino, por Dependência Administrativa, Segundo a Modalidade Ministrada, no Ano de 2010.
 
Modalidades de Ensino DEPENDÊNCIA ADMINISTRATIVA
Total Municipal Estadual Privada Filantrópica
Educação Infantil 06 *05   *01 -
Ensino Fundamental 23 *09 *13 *01 -
Ensino Médio 03 - *02 *01 -
Educação Especial 01 - - - 01
Educação de Jovens e Adultos 02 - *02 - -
Educação Indígena 07 - *07 - -
Nº de Estabelecimentos - 11 14 01 01
 
 * Estabelecimentos que oferecem mais de uma modalidade
 
 
 
Dependência Administrativa Nome da Escola Localização Obs:
Municipal EMEIEF Teobaldo Ferreira Área Urbana -
EMEIEF Clélia David Mundim -
EMEIEF Simone Moura Rosa, -
Creche M. Prof. Antônio Brasil -
EMEIMunicipal Sérgio Balbinot, -
EMEIEF  Bras Cubas Área
Rural
-
EEEF Tancredo de Almeida Neves -
EMEF Aurélio Buarque de Holanda -
EMEF Maria Rosa de Oliveira -
EMEF Dilson Rodrigues Bello Escolas
Multisseriada
EMEF Juscelino Kubitschek de Oliveira
Estadual EEEFEM Jean Piaget Área Urbana -
EEEF Jerris Adriani Turatti -
EEEF Fernanda Souza de Paula -
EEEF Vinícius de Moraes -
EEEFEM Sete de Setembro -
EEEF Maria Di Sancti Santos -
CEEJA Donizete Romualdo da Silva -
EEEF Maria Lourenço Cassiano Área
 Rural
-
EEEF Rosana Cinta Escolas Indígenas
EEEF Pichuvy Cinta Larga
EEEF Sertanista Benedito Brigado da Silva
EEEF Tenente Marques
EEEF Capitão Cardoso
EEEF Extensão Capitão Cardoso
EEEF Capitão Cardoso – Extensão II
Escola Particular Escola Monteiro Lobato Área Urbana  
Filantrópica/ conveniada APAE de Espigão do Oeste Área Urbana