BEM-VINDO AO PORTAL DA PREFEITURA DE ESPIGÃO DO OESTE

Conheça Espigão do Oeste! Governo Municipal, trabalhando para todos.
  • Notícias   »   Lendo Notícia
  • « voltar
Segunda-Feira, 06 de Fevereiro de 2017
Prefeitura junto com sindicato rural assinaram convênio de 18 cursos na zona rural junto ao SENAR

Na  última  sexta feira 03/02 o  Vice  prefeito  Waltinho  Lara  recebeu  a visita do presidente  do SENAR-RO Hélio Dias Souza, junto  com o presidente  do  sindicato rural de  Espigão  do  Oeste Nestor  Romio. Segundo Waltinho Lara o objetivo da prefeitura com esta  reunião é estar sempre em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR e Sindicado dos Produtores Rurais de Espigão do Oeste para potencializar a produção levando conhecimento técnico ao homem do campo.
O convênio que garante a oferta de cursos de capacitação para produtores rurais do município foi assinado na manhã de sexta-feira 03/02 pelo prefeito Nilton Caetano, presidente do SENAR Hélio Dias de Souza e o presidente do sindicato dos produtores rurais Nestor Romio, na  presença  dos  vereadores Aluízio Lara, Lirvane  Stock, o secretário de  agricultura Marcelo  Brandão e  o diretor  de Planejamento Ganda.
Segundo Waltinho Lara na  administração passada  foram realizados vários cursos,   e neste ano a meta é promover 18 cursos de capacitações nas  diferentes áreas para ampliar o   conhecimento dos produtores  rurais. “A demanda é levantada pela secretaria, juntamente com o sindicato e as associações dos produtores rurais que com  certeza vão ser grandes parceiros da ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA de Nilton Caetano e Waltinho”, destacou Waltinho.
O presidente do sindicato  Rural, destacou  a importância  deste  convenio em nosso município  e disse “A agricultura é responsável por alimentar o país e para que ela continue em ascensão é necessário que o produtor seja constantemente atualizado, capacitando  o homem  do campo o morador  da  cidade  é quem de fato  ganha  recendendo produtos  de qualidade,  com isso melhora  também  a renda  do produtor  rural que terá  seu produto mais valorizado com a  industrialização e um manejo adequado ”, ressaltou Sr. Nestor Romio.
 
Fonte:Assessoria/DECOM